Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas Digitais

Coisas Digitais

09
Jan16

Smartphones Moto by Lenovo vão ser uma realidade

admin
moto by lenovoMuito em breve iremos ver nas prateleiras smartphones Moto by Lenovo . A marca Motorola irá desaparecer da forma como a conhecemos. A Motorola Mobility, adquirida pela chinesa Lenovo em Janeiro de 2014 por 2,91 biliões de dólares, será unificada sob a marca da Lenovo. A companhia chinesa informou que a irá usar a marca Moto nos seus equipamentos topo de gama, enquanto que irá utilizar a marca Vibe nos equipamentos de entrada de gama. Segundo o COO Rick Osterloh, a Lenovo irá abandonar o nome Motorola faseadamente. Por seu lado o CEO Yang Yuanqing pretende não só proteger a marca Motorola, como também torná-la mais forte. Ninguém sabe até que ponto se a opção da Lenovo de abandonar gradualmente a marca motorola dos seus equipamentos será uma boa ou má opção. Há contudo uma certeza, a marca Motorola está fortemente associada aos telefones móveis, por outro lado, a Lenovo ainda que está a cimentar a sua reputação no campo destes equipamentos e irá usar esta medida como tática para solidificar a sua posição aos olhos dos consumidores. Esta história vista faz lembrar o que a Microsoft fez com a marca Nokia à alguns anos atrás, quando substituiu os Nokia Lumia por Microsoft Lumia. Resta saber como irão reagir os fãs da Motorola e se com os Moto by Lenovo se irão manter fiéis ou não à marca.
08
Out15

Pesquisas em dispositivos móveis ultrapassam pesquisas em computadores

admin

pesquisas-em-smartphonesOs smartphones vieram mudar a forma como usamos o nosso telemóvel e como interagimos na internet. Ter um pequeno objecto na palma da mão com ecrã sensível ao toque, capaz de efectuar várias funções com um simples toque, veio-nos capacitar de coisas que anteriormente só seriam possíveis através da utilização de um rato e de um teclado.

O smartphone que carregamos todos os dias nos bolsos com acesso à internet, faz com que cada vez mais pessoas o utilizem para responder rapidamente às mais variadas questões, sem ter que passar pela espera de estar à frente do ecrã de um computador para aceder à internet.

Este verão, pela primeira na história, as pessoas efectuaram mais pesquisas nos seus dispositivos móveis do que nos seus computadores, tanto que a Google processa cerca de cem mil milhões de  pesquisas por mês, que na sua maioria são efectuadas em equipamentos móveis.

Este novo padrão de comportamento faz com que a gigante do motor de buscas, foque cada vez a sua atenção para os equipamentos móveis, ao ponto do seu motor de busca descriminar negativamente os sites que não possuam versões “mobile”.

Curiosamente chegamos ao ponto em que vários utilizadores da internet afirmam que não sentem necessidade de ter um computador. Steve Jobs com a criação do iPad afirmou que o PC tinha os dias contados, o que ele desconhecia é que os smartphones com ecrãs grandes ou Phablets podem um dia vir a “matar” os tablets.

06
Mai15

Smartphones podem ser usados para descobrir parasitas

admin
smartphone-loa-loaOs smartphones, são mais do que simples telefones, máquinas fotográficas, consolas de jogos ou plataformas de entretenimento. O iPhone já provou anteriormente que consegue ser um excelente equipamento para a ajudar ao diagnóstico de certas doenças ou problemas de saúde.Segundo um artigo da npr.org os smartphones poderão em breve dar uma grande ajuda no diagnóstico de uma parasitose que continua a deixar marcas em várias zonas de África.A oncocercose , ou cegueira dos rios, é uma parasitose causada pelo Onchocerca volvulus, que se propaga através da picada de moscas pretas do género Simulium e afecta vários orgãos como a pele, olhos, e sistema linfático.A doença é conhecida como cegueira dos rios, uma vez que esta espécie de moscas, necessita de zonas com água, como rios ou riachos para se reproduzir. Apesar de não ser fatal, é uma das maiores causas de cegueira de África.Esta situação melhorou bastante desde o descobrimento de uma droga chamada de ivermectina que pode ser administrada como tratamento ou de forma preventiva. Como o parasita vive em simbiose com bactérias, o uso da doxiciclina concomitantemente com a ivermectina, melhora o sucesso com o tratamento.Um grande problema para as equipes de saúde africanas, é que os doentes destas áreas podem ser infectados com um outro tipo de parasita, chamado de Loa Loa. Se tratado na fase aguda como uma oncocercose, em que é administrado ivermectina, o tratamento pode-se revelar fatal.Até agora a abordagem pelos técnicos de saúde, tem sido a análise ao sangue, em que indivíduos treinados, através do uso de microscópios convencionais, analisam manualmente os parasitas presentes no sangue.Como este processo tem-se revelado demasiado trabalhoso e demorado, Daniel Fletcher, Professor de Bio engenharia da Universidade da California, tem recorrido a iPhones para desenvolver uma espécie de microscópios portáteis, capazes de detectar automaticamente a Loa Loa com uma simples gota de sangue.Para dificultar ainda mais o diagnóstico, o Loa Loa esconde-se nos pulmões e revela-se na corrente sanguínea entre as 11 horas e as 13 horas, pelo que as colheitas de sangue têm de ser efectuadas neste período de duas horas.A partir do momento que o sangue é colhido, o smartphone faz praticamente tudo. Basta o técnico de saúde colocar o sangue no microscópio adaptado ao iPhone, para que o aparelho recorrendo à câmara de vídeo, consiga em cerca de três minutos lançar os resultados.Teoricamente como o sangue só pode ser colhido num período de duas horas, os técnicos de saúde conseguem na melhor das hipóteses ter acesso a cerca de 40 resultados por smartphone, no entanto, apesar de parecer ser um número pequeno, é bastante maior do que o processo convencional usado actualmente.Mais uma vez os smartphones estão-se a revelar uns verdadeiros aparelhos capazes de revolucionar os cuidados de saúde.Fontes: NPR e Sapo Lifestyle
20
Abr15

OnePlus One já pode ser adquirido sem convite

admin
OnePlus-One-farewell_BlogFinalmente após um ano do seu lançamento, podes adquirir o OnePlus One, sem necessitar de convite, ou estar à espera de uma “flash Sale”. Apesar de ser um bom equipamento, com hardware topo de gama, a empresa chinesa ao optar por este sistema acabou por afastar alguns clientes.Felizmente ao abrir o Blog da OnePlus, vê-se uma fotografia a que nos diz, “adeus aos convites”, pelo que é possível adquirir qualquer uma das duas versões do OnePlus One (16 GB ou 64 GB), a partir do momento em que se clica no botão “Buy Now”.Apesar do processador snapdragon que equipa o OnePlus One, não ser actualmente o topo de gama da Qualcomm, não podemos esquecer que continua a ser um excelente chip, superior a muitos outros que existem no mercado.Apesar de incomodativo, o uso de convites é defendido pela empresa, como método para controlo de riscos, associados à procura/produção e às baixas margens de lucro em cada equipamento. Vozes mais críticas afirmam que o uso de convites, deu-se com a intenção de provocar um "hype" em volta do OnePlus One.Apesar de tudo convém não esquecer que estamos perante um equipamento bastante bem construído e com hardware de topo, a um preço bastante acessível, relativamente a equipamentos da mesma gama. Convém não esquecer que trás sua própria versão Android, o OxygenOS, que foi lançada na primeira semana de Abril.É bem provável que esta semana, a Startup chinesa apresente o OnePlus 2, pelo que convém estar atento.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D