Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas Digitais

Coisas Digitais

05
Jan16

Griffin Breaksafe é um magsafe para equipamentos com USB-C

admin
breaksafe-usb-c-power-cable-03O Magsafe da Apple é provavelmente uma das tecnologias mais úteis e espectaculares que a Apple já inventou. É uma tecnologia tão boa e eficaz, que já salvou o nosso já velhinho Macbook de cair no chão centenas de vezes e que é agora recriado pela Griffin com o nome de Breaksafe. Se fores um dos sortudos que tem crianças pequenas, animais de estimação ou simplesmente tens de trabalhar em sítios com bastante movimento, de certeza que não vais querer abdicar desta tecnologia, capaz de salvar o teu computador em caso de puxão acidental do cabo.breaksafeApesar da empresa de Cupertino ter abdicado do Magsafe aquando do lançamento do Macbook de 12 polegadas, a Griffin, percebendo esta lacuna, desenvolveu um cabo USB-C que utiliza uma ligação magnética para ligar o cabo à ficha USB-C, ao qual baptizou de Breaksafe. Na prática o que a Griffin fez com este equipamento, foi a junção do conceito do magsafe com a sua ligação magnética e a tecnologia USB-C. Este conjunto cria o cabo USB-C perfeito, capaz de evitar muitos dissabores e poupar muitos euros em reparações. Infelizmente este cabo só irá estar disponível a partir de abril, com o preço de aproximadamente quarenta dólares. O lado positivo é que este gadget é compatível com qualquer equipamento que utilize USB-C, seja ele Mac ou Chromebook.  
29
Mai15

Google Maps vai permitir navegar em modo offline

admin

offline-google-mapsO Google Maps não só é uma das melhores e mais úteis criações da Google. O melhor de tudo é que ela vai ficar ainda mais poderosa dentro de pouco tempo.

A aplicação Google Maps vai ser atualizada este ano, de forma a poder fornecer aos utilizadores dados em modo offline de indicações turn-by-turn, navegação por voz, pesquisa de informações sobre destinos e negócios, avaliações, classificações e horários de funcionamento.

Esta novidade foi anunciada esta quinta feira, pela vice-presidente de engenharia da Google, Jen Fitzpatrick durante a conferência Google I / O.

Esta melhoria faz parte de uma iniciativa para melhorar os serviços da Google e a experiência dos utilizadores do sistema operativo Android, em países de mercados emergentes, como a Índia, Bangladesh e Sri Lanka, onde o serviço de internet em muitas zonas geográficas, é deficiente ou inexistente.

A atualização permitirá aos utilizadores usar mapas mesmo quando se encontram em zonas sem qualquer cobertura GSM ou WiFi e encontrar no Google Maps locais, tais como restaurantes, lojas, oficinas, bombas de gasolina entre outros. Esta característica é especialmente útil se estiver numa zona sem dados de internet e precisar de planear uma viajem ou encontrar algum serviço especifico.

A cereja no topo do bolo é que isto significa também um menor consumo de dados móveis, visto todas as informações estarem armazenadas localmente dentro da aplicação.

O reverso da medalha é que a aplicação também vai necessitar de guardar mais dados o que significa que também terá existir mais espaço disponível nos dispositivos Android. Além disso o Google Maps terá de ser ligado à internet,sempre que se desejar ter os dados dos mapas atualizados, coisa que com alguma organização, não será problema.

15
Mai15

Carros autónomos da Google vão iniciar testes na estrada

admin
carro-autonomo-googleNuma fase da minha em que tinha de fazer diariamente vários quilómetros entre a minha casa e o trabalho, um dos meus sonhos era possuir um carro autónomo, onde só teria de entrar nele de manhã e aguardar até que este me levasse  para o trabalho em segurança.Vários anos depois, parece que a Google ouviu os meus desejos e começou a desenvolver o seu carro autónomo. Apesar de ainda haver muito a fazer, os carros da Google já têm autorização para circular nas estradas de Mountain View, California.Quem pense que os carros da Google  serão capazes de fazer frente aos automóveis convencionais desengane-se, os veículos autônomos da gigante da informatica nesta fase, estarão limitados a circular a uma velocidade de até 40 quilómetros por hora.Os pequenos automóveis autónomos de testes que mais parecem ovos com rodas, utilizam o mesmo software que a Google utiliza nos seus Lexus RX450h, que já contam com cerca de um milhão de quilómetros.Os carros autónomos foram criados com vários propósitos, um deles é o de melhorar a segurança dos passageiros e dos peões. Apesar de tudo, os veículos da Google não se livraram de estar envolvidos em 11 pequenos acidentes, em que ninguém se magoou. Segundo a Google, nenhum dos veículos autónomos foi o culpado destes acidentes.Resta agora esperar para ver o comportamento destes novos veículos na estrada.
13
Mai15

Google actualiza Google Fit

admin
Google-FitApesar do Google Fit ter sido lançado à quase um ano, só agora é que foi introduzida a contagem de calorias, característica que à muito estava em falta. Qualquer aplicação de fitness que se preze, possui esta característica que permitindo ao utilizador saber quantas calorias gastou durante o dia ou sessão de exercício.A Google parece ter finalmente acordado para o erro que cometeu inicialmente, ao não ter introduzido a contagem de calorias. A Google actualizou o Google Fit, que vai deste modo permitir a partir de agora saber o dispêndio de energia e distancia percorrida durante o dia.Claro que o utilizador terá de se certificar de introduzir no seu perfil o seu peso, altura e género.O Interface do Google Fit foi também recriado, de modo a facilitar o seu uso pelo utilizador. Qualquer pessoa que deseje saber o seu histórico de actividade poderá consultar a sua estatística mensal, semanal ou diária.Google-fit-2Para os utilizadores que não passam sem consultar a sua actividade várias vezes por dia, a Google criou um widget, que mostra a sua actividade ao longo do dia e que pode ser visto no ecrã principal do telemóvel. Quem possui um smartwatch com Android wear, de certeza que irá gostar de saber, que a Google também criou um widget para este, que pode ser visto sem que seja preciso tirar o telemóvel do bolso.
07
Mai15

Color Enhancer ajuda daltónicos a navegar na internet

admin
google-color-enhancerA internet é uma das melhores invenções da história moderna, no entanto, para os daltónicos não parece ser sempre assim. De modo a tentar mudar a forma como os daltónicos vêm a internet, a Google parece ter conseguido uma solução na forma de extensão para o Google Chrome, que pretende ajudar melhoria da visualização de algumas cores.O daltonismo, é uma alteração da percepção visual designada por discromatopsia ou discromopsia, que se caracteriza pela incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores, mais acentuado na dificuldade distinguir o verde do vermelho.Esta perturbação da visão normalmente é de origem genética, no entanto, pode também ser adquirida devido a lesão neurológica ou dos orgãos responsáveis pela visão.A extensão do Google Chrome, Color Enhancer, permite ao portador de discromatopsia, efectuar uma calibração das cores, de modo a melhorar a percepção das mesmas.A Color Enhancer basicamente filtra as cores dos sítios da internet, de forma a que os daltónicos consigam ver mais claramente as formas e os objectos.  O simples logótipo do Google Chrome, azul, amarelo, verde e vermelho é visualizado de forma diferente por um indivíduo com discromatopsia.Esta extensão para o Google Chrome, é gratuita e pode ser instalada através da Web Store do navegador da Google.
01
Mai15

Password Alert ajuda-te a evitar ataques de Phishing

admin
Captura de ecrã 2015-05-1, às 23.55.07Basta ligarmos o nosso computador à internet para sermos automaticamente eleitos vitimas potenciais de ataques informáticos. De modo a tentar tornar a internet mais segura, a Google criou uma nova extensão para o Google Chrome, que visa frustrar ataques de Phishing.A Password Alert é uma extensão gratuita, que te manda um aviso sempre que digitas a password da tua conta Google, em domínios externos à Google. Na prática isto traduz-se que sempre que teclares a password da tua conta Google em páginas de links colocados em e emails e ou sites desenhados para te enganar, a extensão detecta que o site malicioso não pertence à Google.A extensão guarda uma cópia embaralhada da tua password e verifica sempre que colocas a tua password num site de terceiros. Se a password for idêntica à da tua conta Google, a Password Alert notifica-te para alterares a tua password. Como a password guardada na extensão é encriptada está sempre segura mesmo durante a verificação.No Google at Work, o administrador de sistemas pode requerer que a password Alert lhe envie notificações sempre que os utilizadores as receberem.Se possuíres o mau hábito de usar a mesma password em outros domínios, mesmo que seguros, o Password Alert também te irá notificar. No entanto usar a mesma password em vários serviços é um mau hábito e deve ser evitado. Podes sempre recorrer a um gestor de passwords como o LastPass para te ajudar a quebrar esse hábito.Assustadoramente 45% dos ataques de Phishing têm sucesso, o que pode piorar, uma vez que têm se verificado ataques cada vez mais sofisticados.Recentemente Paul Moore postou no GitHub sete linhas de código em JavaScript e demonstrou num video no Youtube como é possível evitar as notificações. Esta revelação forçou a Google a lançar uma actualização do Password Alert.Fonte: Mashable
28
Abr15

Google Now possui integração com cerca de 110 apps

admin
google-now-cardsEm Janeiro deste ano, a Google anunciou uma actualização do Google Now, que permitia a utilização de "Cards" de aplicações de terceiros, no mesmo momento em que a informação estivesse disponível. A app da Google possuía aquando da actualização integração com 40 apps, número que aumentou hoje para 110.Para saberes que aplicações funcionam com o Google Now, podes aceder à lista completa na página que a Google preparou para ti e ver como podem funcionar neste site.Por exemplo, tens um compromisso no teu calendário, o Google Now sabe disso, consulta o serviço de trânsito e dá-te uma estimativa de quanto tempo precisas para chegar lá.Quando estás em viagem, o Google Now não só te informa acerca da meteorologia local, como também dá-te dicas de bares, restaurantes ou outros pontos de interesse. Podes visualizar avaliações de vários locais, assim como fazer reservas. Caso estejas num museu podes também visualizar informações sobre algumas obras de arte.O Google Now ajuda-te a encontrar a palavra certa em outras línguas mais adequadas a certas situações, assim como o câmbio local, para que não sejas enganado.Para que não fiques ansioso, é sempre possível visualizares as tuas acções para que não percas nenhuma oportunidade de investimento.Para que possas tirar partido destas e outras funções, terás de ter o Google Now e as restantes aplicações actualizadas.
25
Abr15

Vendas da gama Nexus da Google não correspondem à expectativa

admin
google-nexus-6Esta semana tive a feliz experiencia de finalmente experimentar um Nexus da Google. Não há dúvida que este smartphone é algo de especial mas não é para todos.O Nexus 6 da Google é grande…bastante grande se comparado com o iPhone 6, ou com o motorola Moto G de 2014. É muito bem construído e comporta-se ao nível do seu preço, 599 euros para o de 32 GB e 649 euros para o de 64 GB.Com um processador Snapdragon 805 e uma GPU dreno 420, o Nexus 6 está apto para qualquer tarefa que exija maior poder de processamento. Com uma bateria de 3220 mAh com carregamento por indução, consegue aguentar até 9,5h a navegar pela internet ou 10h constantemente a ver filmes.Quem está indeciso entre um mini tablet Android ou um telemóvel maior poderá encontrar a solução neste smartphone de 6 polegadas com ecrã amoled QHD.O único problema da Google, é que a sua política para este telemóvel poderá estar a afastar clientes, fãs da gama Nexus. Apesar de ninguém por em causa a qualidade deste equipamento, o facto de ser o maior da sua categoria poderá ter afastado alguns clientes, que não se sentiram confortáveis com um telemóvel tão grande na mão.O que era atractivo na gama Nexus, em que a Google oferecia ao cliente a hipótese de adquirir um excelente equipamento a um preço muito competitivo, com um Android puro, desvaneceu-se. A Google agora oferece um smartphone de topo a um preço equiparado, ou seja, idêntico à concorrencia.Apenas o OnePlus One consegue comparativamente oferecer um equipamento quase idêntico a um preço substancialmente menor.Apesar da PlayStore ter crescido 23% chegando aos 1,8 mil milhões de dólares em vendas, a aquisição de equipamentos da gama Nexus ao qual se engloba o Nexus 6 e o Nexus 9, diminuiu 3% comparativamente ao último trimestre de 2014.
21
Abr15

App do Youtube irá deixar de funcionar em dispositivos antigos.

admin
Captura de ecrã 2015-04-21, às 18.11.00O YouTube anunciou ontem uma alteração na sua API, que irá tornar a aplicação inutilizável em dispositivos mais antigos. A tão querida Apple TV 2 famosa por poder ser desbloqueada, várias televisões inteligentes e consolas de jogos, estão na lista de equipamentos que deixarão de ser suportados.Apesar disso, nem tudo está perdido. Os dispositivos sem suporte para a app do Youtube têm a possibilidade de usar a versão web do serviço de streaming de vídeo da Google.Com esta actualização da API de dados do YouTube, a Google pretende disponibilizar mais mais recursos para os utilizadores. Para infelicidade de muitos internautas, a versão antiga começou a ser desligada ontem, 20 de abril de 2015.Como resultado deste encerramento a app actual do YouTube não funcionará em alguns modelos de dispositivos anteriores a 2013, inclusive várias televisões e leitores de Blu-ray da Sony e da Panasonic, dispositivos móveis da Apple com versões do iOS anterior ao iOS 7 e dispositivos que executem versões mais antigas da Google TV.Os iPhones  e iPads mais antigos, vão obrigatoriamente precisar de executar iOS 7 ou posterior para acessar ao serviço de vídeo através da aplicação.Existem algumas soluções para contornar esta mudança. O site do Youtube para dispositivos móveis ainda estará disponível para dispositivos mais antigos que não possam executar a aplicação, pelo que quem desejar, poderá aceder ao Youtube através do seu navegador.No blog do Youtube, poderás encontrar as várias soluções para usares o Youtube no teu dispositivo.
17
Abr15

Google ajuda-te a encontrar o teu telefone roubado ou perdido

admin
google-find-my-phoneSão raras as pessoas que nunca se esqueceram do seu telefone em algum momento de sua vida. Mais grave do que isso, é ver o seu telefone roubado e ficar sem saber o que fazer.Com a proliferação dos smartphones, um esquecimento deste género, ou um roubo, não só pode sair caro devido ao dinheiro dispendido na compra do equipamento, como também pelas informações alojadas no telefone.A Google com a intenção de facilitar as buscas pelo equipamento perdido, adicionou novos termos de pesquisa ao seu motor de busca, que te ajuda a encontrar o teu telefone Android mais rapidamente.Escrevendo simplesmente “Find my phone” na caixa de pesquisa do google, faz com que seja iniciado o Gestor de Dispositivos Android, que te permite ver no mapa a área geográfica onde está o teu equipamento.Apesar da ferramenta funcionar perfeitamente num computador de secretária, num dispositivo Android tem de ser trabalhada. Num artigo da Mashable, é referido que para usar esta função tem de se ter instalado a ultima versão da app do Google (coisa que não funcionou com eles).Apesar do Gestor de Dispositivos Android não ser novo, a introdução deste novo termo de pesquisa no Google é novidade. Como seria de esperar esta função é apenas compatível com Android, visto os utilizadores da Apple possuírem a sua app dedicada para o efeito.Agora sempre que não te lembrares onde deixaste o teu dispositivo Android, ou suspeitares que o teu telemóvel tenha sido roubado, basta ires ao Google e pesquisar.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D