Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas Digitais

Coisas Digitais

31
Jan15

Jay Z oferece 49 milhões de euros por competidor do Spotify

admin
jay-z-grammyO Cantor Rapper Jay Z, fez uma oferta de 56 milhões de dólares, equivalente a 49 milhões de euros, pela companhia de streaming de música Aspiro, que por sua vez é dona da Tidal. Ao adquirir a companhia escandinava, Jay Z entra na luta com o Beats Music da Apple e o Spotify.A Tidal é um serviço de streaming de música de alta qualidade, lançado nos Estados Unidos e Reino Unido em Outubro de 2014. Jay Z, o rapper dono da S. Carter Enterprises, que possui a empresa  Project Phanter, fez uma oferta pela Tidal.A administração da WiMP, empresa cuja a Aspiro é dona, fez uma recomendação aos seus accionistas para aceitarem a oferta da Project Phanter.A Tidal é um serviço virado para utilizadores que não se incomodam em pagar para ouvir música em alta qualidade. A empresa possui 25 milhões de músicas em alta definição e 75 mil videos de músicas e entrevistas em HD.Vários distribuidores como a Sony Music Entertainement, a Warner Music Group e a Universal Music Group, possuem acordos para distribuição de conteúdo com a Tidal. A Empresa enaltece que a qualidade do seu streaming de música rivaliza com a qualidade das gravações em CD.Para podermos ter uma idéia da qualidade da Tidal, esta oferece música a um bitrate de 1,411kbps e usa o codec FLAC, enquanto que o Spotify usa o codec Ogg Vorbis e oferece música aos subscritores gratuitos com aparelhos móveis a 96kbps e na versão desktop a 160kbps, para as contas Spotify Premium o bitrate é de 396kbps. Apesar de ser dificil comparar, visto usarem codecs diferentes, a definição da música da Tidal é muito boa.A diferença de preço entre os dois serviços é praticamente o dobro. Nos Estados Unidos uma subscrição do Spotify Premium custa 9,99 dólares enquanto do Tidal custa 19,99 dólares.Caso o negócio de Jay Z venha a concretizar-se, de certeza que irá abalar o mercado do streaming de música.jay-z-gif-3
31
Jan15

Youtube deixa Flash por HTML5

admin
[caption id="attachment_1567" align="aligncenter" width="798"]youtube deixa flash por html5 Cortesia thenextweb.com[/caption] Já à algum tempo que se vem a anunciar o desaparecimento do Flash. A Apple foi uma das empresas que nunca abraçou o flash nos seus dispositivos móveis alegando falta de performance, pouca segurança, elevado consumo de energia e algumas outras razões.Na terça feira passada, o Youtube, que é o maior site  provedor de videos em Flash, anunciou abandonar o Flash em navegadores mais recentes e passar a adoptar videos em HTML5. Os videos em HTML5 passam assim a ser norma no Chrome, Internet Explorer 11, Safari 8 e nas versões beta do Firefox .Desde as primeiras experiências com video em HTML5 no Youtube em 2010, muita coisa aconteceu. Passamos a ter smart TVs, e vários aparelhos capazes de streaming de video que suportam apenas video HTML5.A Adopção pelo HTML5 decidiu-se a partir do momento que este passou a aceitar ABR (Adaptative Bitrate), permitindo mudar a resolução consoante a qualidade da rede do utilizador. Outras vantagens do HTML5 ficam-se por um buffering mais reduzido se comparado com o Flash.Não menos importante é o facto do HTML5 suportar o Codec VP9 que fornece uma maior qualidade de video, com uma largura de banda 35 porcento mais reduzida. É a tecnologia do HTML5 que permite aos utilizadores das consolas de jogos, fazer streaming de video dos seus jogos.O tempo provou que afinal Steve Jobs tinha razão em ser teimoso e não adoptar desde 2007 o Flash nos seus dispositivos móveis.
31
Jan15

Google cria pele falsa para ajudar na luta contra o cancro

admin
Google-cria-pele-falsa-para-ajudar-na-luta-contra-o-cancroEm Outubro do ano passado a Google anunciou estar a trabalhar num projecto de nano tecnologia, para identificar várias doenças e que iria trabalhar em conjunto com um dispositivo “Wearable”. Estas nano partículas, na teoria serão capazes de detectar células cancerígenas e depois comunicar os resultados com uma pulseira. De modo a ajudar na pesquisa a Google está a criar e a usar pele sintética.A Google quando apresentou o projecto não expôs muitos pormenores. Andrew Conrad, o chefe da divisão de ciências da vida da Google explica mais detalhadamente num video no The Atlantic como será feita a comunicação entre as nano partículas e a pulseira.Pelo que conseguimos perceber, a Google construiu braços com pele sintética que tenta imitar a verdadeira fisiologia humana. As nano partículas da Google, são entregues ao organismo por via oral, através de uma cápsula. De seguida esta cápsula é digerida e as nano partículas entram na corrente sanguínea à procura de células cancerígenas. 

Google cria pele falsa para ajudar na luta contra o cancro.

 A comunicação entre as nano partículas e a pulseira, é efectuada através da emissão de vários espectros de luz. O desafio é tentar compensar as diferenças de cor dos diferentes seres humanos, uma vez que a coloração da pele pode variar de pessoa para pessoa. Depois é só manter uma rotina de toma da cápsula para seguir o estado de saúde.Este é um tipo de tecnologia que esperemos mature rapidamente. A Google pretende que o projecto esteja concluído dentro de aproximadamente 5 anos .
30
Jan15

RunKeeper ganhou integração do Spotify no iOS

admin
spotify_runkeeperO que não falta no mercado são aplicações de streaming de música e de exercício físico. Lembro-me do tempo em que  usava a aplicação Nike Plus para correr e em segundo plano o Spotify para ouvir as minhas playlists favoritas que me motivavam enquanto corria. Recordo-me também de ler em alguns blogs e foruns, utilizadores que achavam que a aplicação Nike Plus para ser perfeita só faltava integrar o Spotify.Parece que alguém ouviu, pelo que o Spotify finalmente vai fazer-se à estrada com a aplicação RunKeeper. A última actualização do Runkeeper, tornou possível  fazer stream das músicas do Spotify directamente na aplicação.spotify-runkeeper-2Por agora, só é possível para os utilizadores dos iPhones, no entanto, a empresa pretende em breve ter suporte para esta característica no Android. O único senão, é que esta nova definição do Runkeeper, só é possível aos utilizadores que forem subscritores de uma conta Spotify premium.Há que ter a noção que o streaming de música consome bastantes dados, pelo que antes de te aventurares a correr com o Runkeeper e o Spotify, certifica-te que o teu tarifário consegue acomodar dados suficientes para ouvires as tuas playlists à vontade.Agora tens mais uma motivação para calçares os teus ténis e fazeres-te à estrada!
30
Jan15

Microsoft negoceia entrar na Cyanogen

admin
[caption id="attachment_1553" align="aligncenter" width="628"]Microsoft pretende entrar como accionista minoritario na Cyanogen Microsoft pretende entrar como accionista minoritario na Cyanogen[/caption]Uma das notícias mais bombásticas do momento, são os planos da Microsoft para investir na Cyanogen. A empresa conhecida por criar uma das mais conhecidas personalizações para Android ( Cyanogen Mod), parece estar em conversações com a Microsoft. A empresa de Redmond pretende se tornar num investidor minoritário, entrando com suporte financeiro.Ninguém sabe de momento o que está a ser discutido ou que valores estão em cima da mesa, visto que como é habitual ambas as companhias recusam-se a comentar rumores. Segundo consta a Microsoft poderá estar a negociar uma versão da Cyanogen para Android, que englobe os vários serviços da Microsoft.Após alguns meses da Cyanogen ter recusado um avanço de aquisição pela Google, a Cyanogen é bem provável que venha a valer muito mais, devido aos prováveis investimentos da gigante da informática. Pensa-se que a entrada de capital, venha a ser muito superior ao que a Google tenha estado disposta a investir.Apesar da Microsoft ter o seu Windows Phone, a Cyanogen tem uma base de 50 milhões de utilizadores satisfeitos e a usar a sua versão do Android. Este é um número que de certeza agrada a Satya Nadella, CEO da Microsoft e seria o suficiente para dar um impulso ao Windows phone.Está provado que a Cyanogen atrai alguns fabricantes de telemóveis, algo que se notou com a apresentação do OnePlus One e que infelizmente não correu muito bem.
30
Jan15

Microsoft Outlook para iOS e Android

admin
outlook-ios-6Aumentar a produtividade não fácil, no entanto com a ajuda das aplicações certas, tudo fica mais fácil. Não é segredo que a Microsoft tem trabalhado em força nas aplicações para o mundo dos equipamentos móveis, de modo a uniformizar a sua experiência em todas as plataformas, pelo que o novo Outlook é mesmo o que estavamos à espera.Faz menos de dois meses que a empresa de Redmond adquiriu a aplicação de email Acompli, eis que agora mostra-nos um Outlook para equipamentos móveis baseado nesta. A nova app está disponível para equipamentos Android e iOS gratuitamente, mas não sem antes a empresa pedir a todos os utilizadores que partilhem a sua experiência.[gallery size="medium" link="none" type="slideshow" ids="1530,1531,1532,1533,1534,1535,1536,1537,1538,1539,1540"]Numa entrevista para a Verge, Julia White, general manager do Office, afirma que irão actualizar a aplicação do Outlook semanalmente, tal como fizeram até agora. Também confirma que a poucos e poucos chegará um ponto em que as mudanças deixarão de ser feitas até chegarem ao ponto de atingir-se a aplicação desejada.Um dos pontos fortes do novo Outlook para iOS e Android é o facto de integrar vários serviços. A aplicação suporta o Office 365, Dropbox, OneDrive, Google Drive, assim como vários serviços de email, como o Microsoft Exchange, Outlook.com, iCloud, Gmail e Yahoo mail.Tal como a poderosa aplicação desktop do Outlook, o Outlook para dispositivos móveis permite o acesso fácil ao calendário, contactos, mail e ficheiros.O futuro deste Outlook para iOS e Android, foca-se principalmente no mundo empresarial, o que não quer dizer que o utilizador comum não possa tirar partido desta fantástica aplicação.É com pena que vemos que a Microsoft seguiu a tendência de muitos developers permitindo que apenas que utilizadores com o iOS 8 e superior possam tirar proveito desta.
29
Jan15

Bluewire é um auricular capaz de gravar chamadas

admin
bluewire-1Quantas vezes recebemos chamadas de empresas de telemarketing no nosso telemóvel, em que seria interessante gravar as chamadas, para termos a certeza do tipo de contrato que foi feito telefonicamente? Enquanto para algumas pessoas poder gravar uma chamada é um luxo, para outros é uma forma de se fazer negócios em segurança.A Bluewire é um auricular Bluetooth 4.0 que grava até 1000 horas de chamadas automaticamente nos seus 16 GB de armazenamento. O aparelho é capaz de gravar a conversa do emissor e do receptor, ser carregado sem fios através de uma base própria para o efeito e até tem uma opção de “encontrar o meu telefone” incluída.Este pequeno auricular consegue gravar chamadas GSM ou de serviços VOIP como o Skype. Além do telefone, é possível usar o Bluewire em tablets e computadores. No final de cada chamada é possível em telemóveis com nfc transferir a gravação para a memória do telefone apenas com um toque.bluewire-2Este auricular vem com mais alguns extras úteis, tem uma lanterna incluída e uma opção de activar o alarme do seu telefone através da sua aplicação, quando o telefone não aparecer. Vem com uma argola para as chaves e tem uma opção de alarme de movimento que através de um colar pode ser colocado atrás de uma porta e saber quando a porta é aberta.bluewire-3Este auricular, gravador de chamadas, encontra-se no Indiegogo e falta menos de metade dos 40.000 dólares que necessita para se tornar realidade. Caso seja bem sucedido, o Bluewire pode ser adquirido nesta fase por 149 dólares.
29
Jan15

GoPro lança actualização de firmware em Fevereiro

admin
[caption id="attachment_1517" align="aligncenter" width="860"]gopro-hero4 GoPro lança actualização de firmware em Fevereiro - www.coisasdigitais.com[/caption] A GoPro é uma das melhores câmeras de acção do mercado. Não fosse já esta câmera tão boa, a empresa decidiu lançar uma actualização de firmware que a irá tornar ainda melhor.Quando foi lançada a GoPro Hero 4 Black conseguia fazer filmes de qualidade 4k a 30 frames por segundo, filmes de 1080p e 720p a 120 frames por segundo e filmes de 480p a 240 frames por segundo. Esta nova actualização vem mudar tudo.Programada para ser disponibilizada ao público a partir de Fevereiro, este novo update irá adicionar à nova GoPro Hero 4 Black a possibilidade de gravar filmes a 720p a 240 frames por segundo, cerca de 10 vezes mais lento que os normais 24 frames por segundo.A Gizmodo teve acesso ao novo firmware e mostra-nos um video a 240 frames por segundo onde tudo parece melhor, excepto pelo ângulo de acção que fica reduzido a 65 graus…mesmo assim é um espectáculo!
As GoPro Hero 4 Black e Silver edition ganham também a possibilidade de fazer filmes das imagens retiradas em timelapse na câmera, ao invés de ter de se fazer como habitualmente no computador. Vai ser possível às câmeras usarem os seus acelerômetros para auto-rodar os filmes, característica muito útil para os utilizadores que têm necessidade de montar as câmeras ao contrário.O mercado das câmeras de acção não pára! Enquanto surgem empresas com câmeras low cost capazes de usar os acessórios da GoPro e com qualidade aceitável, outras empresas, como a Sony, prometem abalar o mercado equiparando ou ultrapassando as capacidades das GoPro.
29
Jan15

A Prynt é uma capa para o teu telemóvel que imprime fotos

admin
pryntSe bem que não é para todos, conhecemos algumas pessoas que gostariam de ter acesso a fotos instantâneamente a seguir  destas terem sido tiradas. Este conceito já vem do século passado e remonta às velhinhas Polaroids.Num mundo em que quem não tira selfies é porque não tem um smartphone, a Prynt lembrou-se de criar uma impressora que se adapta a vários telemóveis incluindo o iphone 6, o iphone 5S, o Samsung Galaxy S4 e o Samsung Galaxy S5.Esta pequena impressora que usa um tipo de papel especial da Zink, que também é usado em outras impressoras de fotos portáteis, faz renascer a já esquecida partilha física de fotos.A Prynt é capaz de apenas em alguns segundos imprimir pequenas fotos que podem depois ser partilhadas com os amigos. Basta adquirir esta espécie de capa, encaixar o smartphone, tirar a foto e imprimir.Cada foto é mais do que uma foto. A Prynt guarda um pequeno video na nuvem, que depois ao colocares a foto em frente à câmera consegues ver o vídeo.prynt-2Claro que há concessões a fazer e nada é perfeito. Ao instalares a Prynt no teu smartphone, ficas com uma espécie de máquina fotográfica compacta e seu aspecto “bruto”, em vez do pequeno e fino telemóvel.Este projecto ainda está em fase de desenvolvimento e já ultrapassou a quantia que esperava angariar através do Kickstarter. Apesar de poderes adquirir o papel de recarga e apoiar o projecto ao mesmo tempo, as recargas de papel da ZINK encontram-se disponíveis a preços muito mais baratos na Amazon.Se não pretendes uma capa normal para o teu telemóvel e queres imprimir a foto no momento, então a Prynt é o caminho a seguir. 
28
Jan15

Playstation vai ter serviço de música do Spotify

admin
Playstation vai ter serviço de música do SpotifyO Spotify é das aplicações de streaming de música que mais sucesso tem tido nos últimos anos. A  Sony revelou que a Playstation vai ter um serviço de música do Spotify.A Playstation Music vai ser um serviço que será capacitado pelo Spotify. Este serviço de música estará presente nas Playstation 3 e 4, assim como nos telemóveis  e Tablets Xperia.Este novo serviço tem como objectivo substituir por um serviço melhor o actual  Music Unlimited, baseado nas músicas presentes no grande catálogo da Sony. Esta notícia que marca a estreia do Spotify numa consola de jogos, também é um marco importante para a empresa Japonesa contra a sua rival Xbox, que antecipou-se com o serviço HBO Go.O Playstation Music não é perfeita, é um serviço que necessita de uma conta paga do Spotify premium, mas que possibilita ao utilizador ouvir as suas playlists favoritas em todos os seus equipamentos que tiverem a aplicação do Spotify instalada. Pode não ser do agrado de todos, mas este novo serviço também permite aos seus utilizadores ouvir as suas músicas, como música de fundo enquanto jogam.Este parece-nos uma boa medida da Sony ao tentar tornar as suas consolas num sistema de “Home Entertainement”. Achamos que desde a Playstation 3 a Sony ainda tem muito a fazer para alcançar este objectivo, no entanto são pequenos passos como este que aos poucos vão criando as bases, para que a consola da Sony seja mais do que uma “caixinha de jogos”

Pág. 1/10

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D